Gramática - Processo de formação de palavras - Derivação



Basicamente, a derivação consiste na modificação de determinada palavra primitiva por meio do acréscimo de afixos. Sendo assim, a partir de uma base simples de uma palavra, temos a possibilidade de fazer sucessivos acréscimos. 


Exemplo: escola-escolar-escolarizar-escolarização-  subescolarização


Tipos de derivação


Derivação prefixal ou prefixação = É o acréscimo de prefixo à palavra primitiva, que tem seu significado alterado. Exemplo com alguns verbos derivados de pôr:  repor-dispor-compor-contrapor-decompor.


Derivação sufixal ou sufixação = É o acréscimo do sufixo à palavra primitiva , que tanto pode sofrer alteração no significado, como mudança de classe gramatical. Por exemplo, unhada, o acréscimo do sufixo trouxe a noção de ‘’ ataque com a unha’’, já em alfabetização o sufixo ção transforma em substantivo o verbo alfabetizar, que já resulta do substantivo alfabeto pelo acréscimo do sufixo izar.


Derivação parassintética ou parassíntese = Ocorre quando a palavra derivada resulta do acréscimo simultâneo de prefixo e sufixo à palavra primitiva. Exemplo: abençoar- amaldiçoar-ajoelhar-apoderar-avistar.


Derivação regressiva = É quando se retira a parte final de uma palavra primitiva, obtendo uma palavra derivada. Exemplos: buscar - busca // sustentar-sustento// tocar- toque// chorar-choro.


Derivação  imprópria =  Ocorre quando determinada palavra, sem sofrer qualquer acréscimo ou supressão em sua forma, muda de classe gramatical. Ex: Não aceitarei um não como resposta// É um absurdo o que você está propondo. O não é um advérbio e converteu-se em substantivo, absurdo é um adjetivo e também converteu-se em substantivo.

Postar comentário

Deixe seu comentário ou sugestão. Sua opinião é muito importante para nós.